domingo, 31 de julho de 2011

Tempo bandido, brinca com as batidas do meu coração
"De tudo que aprendi caminhando, ao longo dos anos
O que mais me inquieta é a fragilidade da condição humana
Da raridade existente em cada pulsar de vida"
"Caminhar entre espaços vazios preenchidos por mim mesmo
Ouvir, à distancia, o bater do meu coração
Me perco em silencios absolutos
Pra depois me encontrar, novamente em uma xícara de café morno..."
Me traga um pouco de Mar que eu te entrego um pedaço do meu Céu!

Erick Tozzo