domingo, 31 de julho de 2011

"De tudo que aprendi caminhando, ao longo dos anos
O que mais me inquieta é a fragilidade da condição humana
Da raridade existente em cada pulsar de vida"

Nenhum comentário:

Postar um comentário