domingo, 30 de outubro de 2011


O sono não vem e a saudade fica cada vez maior. O cobertor que me aquece também me sufoca. Não sei mais como preencher tantas horas sem a sua presença, ja cuidei de tudo aqui só falta você.
Vou deitar com a sensação de ser uma peça solta, em uma cama com lençóis azuis perdida em um espaço infinito de tantas outrPublicar postagemas histórias como a minha.
Se me movo ,estranhamente, é sempre em sua intenção.
Nessa noite fria, enquanto uma chuva torrencial cai lá fora, o que mais me acontece, aqui dentro, é sentir a sua falta.
Passo horas lembrando dos nossos momentos, risadas, tantos beijos, tantas palavras e versos e vinhos e canções sobre o nada e o tudo do amor e crio uma atmosfera nossa, tão cheia de sensações e rastros da sua luz, deixados por voce em sua ultima visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário