sábado, 12 de novembro de 2011

Acordei e fui cuidar de secar as poças de água deixadas pela chuva de ontem. Percebi que dessa vez a forte enxurrada talvez tenha levado bem mais do que apenas as águas da chuva e alguns detritos. Sinto que essa chuva pode ter levado consigo, misturado, alguns belos sonhos, que eu já havia plantado e germinado e que, ansioso, aguardava a colheita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário