terça-feira, 29 de novembro de 2011

Carrego comigo uma imensa gratidão...
O Universo tem me dado a força necessária para prosseguir e sensibilidade, para que eu possa, mesmo durante todos os revezes, enxergar amor, beleza e poesia em tudo a minha volta, nessa corda bamba-vida que me fascina e, mesmo que por vezes árdua, não perde a magia que mora no exercício de existir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário