quarta-feira, 9 de novembro de 2011


Me despeço sem culpas das minhas malas carregadas de ressentimentos
Nada é mais prazeroso do que caminhar com as mãos livres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário