sábado, 12 de novembro de 2011


Tempo que amarela as paredes, os tecidos, embaça as lembranças e neutraliza a dor;

Nenhum comentário:

Postar um comentário