quinta-feira, 17 de maio de 2012

Bendita seja a Poesia,que dissolve o ranço dos dias,areja os momentos e ameniza o amargo da alma que dela se alimenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário